O trocador do ônibus tava pra virar o coringa de ódio que tinha uma mulher grávida no ônibus e as pessoas idosas que ocupavam assentos preferenciais se recusaram a passar pela catraca (não haveria cobrança). Ele pediu pra parar o busão. Ela saiu dois pontos depois, tendo ficado em pé a viagem inteira.

Seguir

Isso comecou há uns 20 anos atrás quando um prefeito que odeia pobre chegou à conclusão de que pessoas idosas, que não pagam passagem, ocupavam muitas cadeiras (ora, vejam só que absurdo!). Daí ele moveu as catracas pra frente, sobrando apenas 5 assentos preferenciais. Como pegou mal, ele abriu uma excessão caso os assentos preferenciais já tivessem ocupados pra pessoas idosas poderem passar pela catraca.

Entre para participar dessa conversa
Mastodon(te)

O masto.donte.com.br é uma instância moderada com um foco em usuários do Brasil, mas usuários de outros lugares (e outras línguas) são bem vindos. Discursos de ódio são proibidos. Usuários que não respeitem as regras serão silenciados ou suspensos, dependendo da severidade da violação.