Mostrar mais recentes

Fiquei ????

Respondi, dizendo-me duplamente decepcionado. Resposta: "Você não fez uma crítica construtiva. Você fez uma crítica pessoal, segundo o que você acredita e deseja que façamos."

Preocupante um veículo que não sabe interpretar críticas.

Cancelei a assinatura.

Fim

🤷‍♀️

Mostrar conversa

Resposta: "Começamos isso aqui com uma premissa simples de que, em um mundo polarizado, seria impossível agradar a todos. Portanto, honrando o que mais acreditamos, sinta-se super à vontade em deixar de assinar, se acredita que fazemos um desserviço aos leitores. Simples assim."

Mostrar conversa

Mandei um e-mail ao The News reclamando, com uma famigerada crítica construtiva. Print na íntegra, para que não haja dúvidas

Mostrar conversa

Desde a eleição de Trump esse tipo de jornalismo declaratório tem sido criticado. Ao dar palanque a mentiroso sem questionar com firmeza as mentiras, o veículo empresta sua credibilidade ao mentiroso. Uma boa coluna da ombudsman da Folha: www1.folha.uol.com.br/colunas/

Mostrar conversa

No final, tem um aviso: "Aos novatos: Aqui, a conclusão e o senso crítico são sempre do leitor", seguido de dois links: um para o depoimento completo (quebrado; ver print), e outro para uma notícia da… Agência Brasil, ou seja, do governo.

Mostrar conversa

Na edição desta quinta (20), há um tópico sobre o depoimento do Pazuello. Chamou-me a atenção eles terem abordado o assunto com um texto declaratório, ou seja, só repetindo o que o ex-ministro falou, com várias mentiras, sem fazer contraponto.

Mostrar conversa

Assino uma newsletter chamada The News. É uma espécie de Morning Brew brasileira — mesma proposta, linguagem ~descolada, links de indicação que rendem prêmios, até o logo (uma caneca de café) é igual.

De diferente, além do idioma, a The News usa a cor amarela (a MB é azul).

Mostrar conversa

Como perder um cliente com apenas um e-mail desnecessariamente babaca 🧶

Ou o Renan está cozinhando Pazuello em fogo baixo (baixíssimo), ou é um entrevistador muito, muito ruim. (Primeira vez que vejo um depoimento da CPI ao vivo)

Fascinante (ainda que não surpreendente) como sempre sai uma fotografia certinha da semana.

("Vídeos" está enorme na segunda porque deu erro na exportação e eu só percebi depois de apagar o projeto = tive que editar duas vezes o mesmo vídeo.)

Mostrar conversa

Recebi um e-mail marketing da *farmácia* com o assunto “O fim de semana tá chegando!” e ainda estou tentando dar sentido a isso. Estão me sugerindo uma overdose?

Hoje cedo li a timeline convencional do Twitter, algo que raramente faço, e fiquei mal. Não recomendo.

Fui caminhar num parque e depois passei no mercado para comprar mantimentos. Ao todo, cruzei com 2 (duas) pessoas usando máscara PFF2. Não entra na minha cabeça, a essa altura, sair de casa usando máscara de pano frouxa ou (pior) andar com ela no queixo.

Virei aquele tipo de pessoa que aprecia e acha útil ter widgets no computador e no celular

O discurso "empreenda, seja seu próprio chefe" não resiste a uma manhã de dor de cabeça incapacitante. Acordei assim hoje, num dia em que tenho coisas importantes para fazer/entregar. Dureza.

Há um mês registro, com precisão, todos os momentos em que estou trabalhando — mesmo; ficar à toa ou abrir o Twitter para ler/postar abobrinha, tipo agora, não entram na conta. Esta é a minha rotina em gráfico. Até o fim do mês vou postar algo sobre isso no @manualdousuario

Meu boneco no Stardew Valley é maior esquisitão. (Eu não decidi/optei por invadir o quarto da Abigail; aconteceu do nada e fiquei virtualmente constrangido.)

Mostrar mais antigos

Sugestões de Rodrigo Ghedin:

Mastodon(te)

O masto.donte.com.br é uma instância moderada com um foco em usuários do Brasil, mas usuários de outros lugares (e outras línguas) são bem vindos. Discursos de ódio são proibidos. Usuários que não respeitem as regras serão silenciados ou suspensos, dependendo da severidade da violação.