Dona E. é um usuário no masto.donte.com.br. Você pode segui-lo ou interagir com ele se você tiver uma conta em qualquer lugar no fediverso. Se não, você pode se cadastrar aqui.

Dona E. @donaervilha@masto.donte.com.br

Toot fixado

"Todo mundo tem direito à :preguica:
Viver numa boa
Sem pressão capitalista"

🎶

Dona E. compartilhou

Quando clico na ⭐️ eu quero dizer:
- q gostei
- q eu ri
- q concordo
- q marquei pra ler mais tarde
- q não tenho mais nada a acrescentar na conversa

por motivos de sala de aula estou me dando ao trabalho de assistir TODOS os programas Roda Viva dos presidenciáveis mas de vez em quando dou uns gritos e desligo tudo de raiva.

quero ir pro mato e nunca mais ter que ver essas coisas. 🐞

Dona E. compartilhou
Dona E. compartilhou

I found these mushrooms sprouting from a picnic table. All other tables now seem inferior.

Dona E. compartilhou

assistindo tutoriais de com agulha pra fazer no meu filho, quem diria :blobcat: (aceito dicas e sugestões)

Dona E. compartilhou

o que eu faço quando ganho mais prazo

Dona E. compartilhou
Dona E. compartilhou

a mastodon instance for tooting about nostalgic mistakes

Dona E. compartilhou

Big Data is like teenage sex:

- Everyone talks about it.
- Nobody really knows how to do it.
- Everyone thinks everyone else is doing it.
- So everyone claims they're doing it.

#tech #programming

Dona E. compartilhou

look at this little guy! just look at him. hes adorable!!

im gonna draw it!

#lizard

Dona E. compartilhou
Dona E. compartilhou

violência rj Mostrar mais

Dona E. compartilhou
Dona E. compartilhou
Dona E. compartilhou

eu estou postando uma história minha no wattpad. é sobre russos gays. dê uma olhada se puder!

wattpad.com/story/158320590-zu

(boost do amor? :blobheart: )

não conhecia esse documentário Apartamento 608, sobre os bastidores do Edifício Master, q mostra o processo criativo de Eduardo Coutinho e sua equipe. bem interessante pra quem se interessa pelo fazer audiovisual: youtube.com/watch?v=z3OA_n4U4H

maratonando documentários do eduardo coutinho. quantas gentes e suas histórias! demasiado humano. :blobcatcamera: