Seguir

Acho que me empolguei demais respondendo as coisas aqui, eu fico meio na dúvida se não incomodei as pessoas com as notificações. :blobeyes:

Piada 

@danielemereb
Que nada, são temas interessantes, porem regimes onde existe governo não podem ser chamados de comunista (China, Coreia, Venezuela, Cuba, Rússia) já que comunismo é a ausência de governo.

@ultralivre Comunismo não é e nunca foi ausência de governo (?), sequer sei de onde tu tirastes isso.

@danielemereb
"Os países ditos comunistas, como Cuba e China, são assim chamados por se inspirarem nas idéias marxistas. Contudo, para os críticos de esquerda, esses países sequer poderiam ser chamados de socialistas, por terem Estados fortes, nos quais uma burocracia ligada a um partido único exerce o poder em nome dos trabalhadores”, diz o sociólogo Marcelo Ridenti, também da Unicamp.

@ultralivre @danielemereb isso é um sinal forte de influência do morenismo, e é BEM diferente do que o marxismo afirma. O problema é o Estado burguês, um Estado administrado pelo proletariado tem o interesse material de encaminhar a sociedade para uma sociedade sem classes. Leia O Estado e A Revolução, de Lenin. Os "intelectuais marxistas" de universidades como USP e Unicamp num geral têm influência morenista, que num geral é contrarrevolucionário.

@Denommus Por falar nisso, Morenismo é algo que eu não estudei ainda, então não tenho como complementar nada aqui.

No entanto, eu adoraria ler sobre, se tu puderes me passar uns materiais pra gente conversar no privado... :blobcatpeek:

@ultralivre
1 - São chamados de comunistas porque visam este objetivo, porém hoje qualquer um é chamado assim devido a estratégia burguesa de esvaziar o termo (ultrapolítica).

O ser neste caso é almejá-lo, e não de fato sê-lo. Filosoficamente, o Paulo Freire falava que não achava certo ele se afirmar comunista porque é impossível sê-lo sob o Capitalismo, então ele só tinha a certeza de que era socialista.

(1/x)

@ultralivre
2 - Eu não sei quem são esses tais críticos de esquerda anônimos mas está explícito que eles não sabem nada de processo revolucionário, Socialismo e muito menos o básico de geopolítica. O Socialismo é um projeto de transição e eu expliquei sobre isso naquela conversa*. Cuba, Coreia Popular e China são sim experiências socialistas.
* masto.donte.com.br/@danielemer

(2/x)

@ultralivre
3 - Saca só como a afirmação do Ridenti não procede:

- Negar experiência socialista porque o Estado trabalhador ali é forte, além de apontar desconhecimento do processo de transição, também desconsidera que a desigualdade social é global também.

Não há como trabalhar as marcas do Estado burguês sem usar esta ferramenta, muito menos derrotar o Imperialismo. Eu falo disso naquela conversa e ainda explico a falsa equivalência entre opressão burguesa e opressão trabalhadora.

(3/x)

@ultralivre
- E o ponto mais simples de explicar, ele confunde Centralismo Democrático (organização que constrói uma hegemonia, ou seja, a classe trabalhadora atua sob a coerência construída pelos próprios membros) com burocracia (que significa protocolos mal-otimizados).

Essa é mais engraçada porque ser crítico de esquerda e nunca ter lido sequer uma citação de Lênin é... É. Essa gente está falando sem estudar o básico e usando a instituição de educação pra validar o que fala.

(4/4)

@ultralivre @danielemereb Comunismo é a ausência de Estado, não de govero.
Lembrando que Estado, em uma perspectiva marxista é um mecanismo institucional de opressão de classe.

Entre para participar dessa conversa
Mastodon(te)

O masto.donte.com.br é uma instância moderada com um foco em usuários do Brasil, mas usuários de outros lugares (e outras línguas) são bem vindos. Discursos de ódio são proibidos. Usuários que não respeitem as regras serão silenciados ou suspensos, dependendo da severidade da violação.